CASA LEE

Com uma proporção de fachada horizontal em um único volume térreo, a Casa Lee combina o uso de materiais de dois momentos da obra do escritório: o acabamento em “massa mk27” branca – usado desde as obras do início dos anos 2000 – com a madeira natural dos muxarabis montados em portas camarão – característicos de uma fase mais recente.

O pórtico na fachada frontal sombreia duas caixas de madeira recuadas e divididas por um vazio onde fica a área social. A cozinha abre-se para a sala, incrustada numa das caixas que contém os serviços. Da mesma forma, do outro lado, o bar é aberto para a sala e fica contido dentro da caixa dos dormitórios.

A continuidade espacial entre o exterior e a sala de estar se adequa ao clima do interior do Estado de São Paulo: todos os vidros podem ser abertos fazendo desse espaço uma grande varanda com ventilação cruzada.. O deck da piscina atravessa a sala até o outro lado do terreno, marcando essa continuidade.

A Casa Lee integra um grupo de projetos do studio mk27 na Fazenda Boa Vista, localizada em Porto Feliz que inclui também a Vila dos Lagos (2008-2011), e a Casa PASQUA (2013-2016), além da obra não executada de uma residência com cobertura sinuosa para os mesmos clientes da Gama Issa e as residências do tênis em andamento.

Gabriel Kogan

CASA LEE

local > porto feliz . sp . brasil
projeto > outubro . 2008
conclusão > outubro . 2012
terreno > 4000 m2
área construída > 900 m2
-
arquitetura e interiores> studio mk27
autor > marcio kogan
co-autor > eduardo glycerio
interiores > diana radomysler
equipe de arquitetura > maria cristina motta . oswaldo pessano . eduardo chalabi . ricardo ariza
equipe de interiores > carolina castroviejo
equipe de comunicação > mariana simas
-
paisagismo > gil fialho
engenharia estrutural > benedicts engenharia
construtora > gaia construtora
-
fotógrafo > fernando guerra

Com uma proporção de fachada horizontal em um único volume térreo, a Casa Lee combina o uso de materiais de dois momentos da obra do escritório: o acabamento em “massa mk27” branca – usado desde as obras do início dos anos 2000 – com a madeira natural dos muxarabis montados em portas camarão – característicos de uma fase mais recente.

O pórtico na fachada frontal sombreia duas caixas de madeira recuadas e divididas por um vazio onde fica a área social. A cozinha abre-se para a sala, incrustada numa das caixas que contém os serviços. Da mesma forma, do outro lado, o bar é aberto para a sala e fica contido dentro da caixa dos dormitórios.

A continuidade espacial entre o exterior e a sala de estar se adequa ao clima do interior do Estado de São Paulo: todos os vidros podem ser abertos fazendo desse espaço uma grande varanda com ventilação cruzada.. O deck da piscina atravessa a sala até o outro lado do terreno, marcando essa continuidade.

A Casa Lee integra um grupo de projetos do studio mk27 na Fazenda Boa Vista, localizada em Porto Feliz que inclui também a Vila dos Lagos (2008-2011), e a Casa PASQUA (2013-2016), além da obra não executada de uma residência com cobertura sinuosa para os mesmos clientes da Gama Issa e as residências do tênis em andamento.

Gabriel Kogan