PAVILHÃO LITTABEACH

A proposta: um pavilhão no interior de um pallazo renascentista no centro de Milão. Como intervir na construção já existente, de forma mais respeitosa possível e, ao mesmo tempo, criar uma nova função para o espaço? A essência da proposta foi criar um lugar de encontro, de descanso, de palestras e pausas…um respiro em meio à agitação da semana do Salão do Móvel de Milão.
E, em qual lugar da nossa experiência de ser brasileiros, tudo isso é possível? A praia.
Uma plataforma de mármore negro, suspensa 20cm do piso, constrói assim um novo espaço que repousa no piso original, criando a impressão de um lugar único, livre. E, espalhadas ao longo desta plataforma, cadeiras de praia igualmente negras, soltas livremente sobre o espaço, trazem a informalidade e a liberdade.
Uma caixa translúcida de policarbonato se destaca da base de mármore como uma lanterna que, à noite, ganha vida e ilumina o espaço. Nesta caixa, toda a infra-estrtura de apoio necessária para a operação da equipe da DaMN em Milão, e também, para palestrantes e visitantes, fica protegida das intempéries.
O resultado espacial é leve e visualmente forte, um lugar que surpreende o visitante e o instiga a sentar e relaxar nas cadeiras espalhadas, vislumbrando esse magnífico espaço e dando a ele um novo significado.
Studio MK27

PAVILHÃO LITTABEACH

ocal > palazzo litta . milão . itália
projeto > fevereiro . 2015
conclusão > abril . 2015
área construída > 256 m2
-
arquitetura > studio mk27
autor> marcio kogan
co-autor > eduardo chalabi

A proposta: um pavilhão no interior de um pallazo renascentista no centro de Milão. Como intervir na construção já existente, de forma mais respeitosa possível e, ao mesmo tempo, criar uma nova função para o espaço? A essência da proposta foi criar um lugar de encontro, de descanso, de palestras e pausas…um respiro em meio à agitação da semana do Salão do Móvel de Milão.
E, em qual lugar da nossa experiência de ser brasileiros, tudo isso é possível? A praia.
Uma plataforma de mármore negro, suspensa 20cm do piso, constrói assim um novo espaço que repousa no piso original, criando a impressão de um lugar único, livre. E, espalhadas ao longo desta plataforma, cadeiras de praia igualmente negras, soltas livremente sobre o espaço, trazem a informalidade e a liberdade.
Uma caixa translúcida de policarbonato se destaca da base de mármore como uma lanterna que, à noite, ganha vida e ilumina o espaço. Nesta caixa, toda a infra-estrtura de apoio necessária para a operação da equipe da DaMN em Milão, e também, para palestrantes e visitantes, fica protegida das intempéries.
O resultado espacial é leve e visualmente forte, um lugar que surpreende o visitante e o instiga a sentar e relaxar nas cadeiras espalhadas, vislumbrando esse magnífico espaço e dando a ele um novo significado.
Studio MK27